jusbrasil.com.br
10 de Maio de 2021

Coronavírus: demissão virtual é possível?

Entenda como você deve agir com a adoção das ferramentas online.

Edmille Santos, Advogado
Publicado por Edmille Santos
ano passado

A demissão é um momento difícil tanto para o colaborador quanto para o gestor. Em tempo de pandemia, a situação se agrava com a paralisação do funcionamento das empresas e da determinação do distanciamento social.

Apesar das medidas provisórias trabalhistas que apresentam alternativas de proteção ao emprego, algumas empresas não enxergam outra saída que não seja a redução do quadro de funcionários.

Diante desse cenário, empregadores optaram pela adoção da demissão via WhatsApp, videoconferência ou e-mail, com a motivação que seria uma forma de evitar que o empregado se exponha ao vírus.

POSSIBILIDADE DA DEMISSÃO VIRTUAL

Apesar de permitida a demissão virtual, é importante enxergar qual a melhor forma de realizar tal procedimento.

Dentre as plataformas virtuais disponíveis, a VIDEOCHAMADA se apresenta como uma solução segura, por trazer mais pessoalidade no momento da conversa entre o colaborador e o empregador, tornando o momento menos difícil para todos.

CUIDADOS NO MOMENTO DA VÍDEOCHAMADA

Diversas burocracias giram em torno do processo da demissão, o que exige do gestor uma maior atenção para que não tenha erros. Por isso, apesar de virtual, a demissão deve manter todas as formalidades exigidas para esse momento.

Ademais, caso opte pela ferramenta da vídeochamada, a empresa precisa ter, dentre outras provas, a que a pessoa com quem se comunica é realmente o funcionário que está sendo desligado.

ORIENTAÇÃO

Apesar da comunicação por meios alternativos não ser proibida, a sugestão é que a dispensa seja feita pessoalmente, mesmo que as atividades das empresas estejam suspensas ou reduzidas.


Ficou com alguma dúvida ou tem experiências para compartilhar? Deixe um comentário!

Instagram: @decidiadvogar_

E-mail: decidiadvogar@gmail.com

4 Comentários

Faça um comentário construtivo para esse documento.

Não use muitas letras maiúsculas, isso denota "GRITAR" ;)

Show. Confesso que tinha dúvida se era possível ou não. Parabéns, Dra ! continuar lendo

Feliz que tenha gostado! continuar lendo

Esta explicação é excelentene.!
Nestes momento tão difícil das nossas vidas,todos precisam conhecer os seus direitos.! E com conhecimento o ser humano erra menos e,com isto faz os mais vulnerável sofrer menos.! continuar lendo

Olá Eder! Obrigada pelo Feedback! continuar lendo